Follow by Email

domingo, 4 de setembro de 2011

Aprazível Cítrico...

Amadurecer sem deixar de ser criança é tudo de bom! Pelo menos, eu acho. Anos atrás, fui supreendida pelo convite de um casal de amigos que sugeriu uma comemoração inusitada em meu aniversário. Sem me fazer de rogada, aceitei e decidi inovar - completar aquela primavera em uma cidadela distante, Monte Aprazível.
Vista área de Monte Aprazível
Localizado a 474 km da capital paulistana, o município conta com 75km² de área urbana e 409,3 km² de área rural onde habitam 21.746 monte-aprazivelenses. Como em todo e bom interior existe uma represa, 
Típico entardecer às margens da represa Lavínio Luchesi
uma praça e uma Igreja Matriz.
Praça da igreja Matriz do Senhor Bom Jesus

O que me atraiu foi a possibilidade de festejar comendo frango e leitão numa quermesse. Isso mesmo! Todo mês de julho vem acompanhado de uma festa popular onde o principal atrativo é o bingo beneficente cujos prêmios são, nada mais, nada menos, frangos e partes de leitão assados, dilacerados e ingeridos ali mesmo - sem o menor pudor, pratos ou talheres. Além disso, outras atrações típicas são o cachorro "louco - por minha conta" quente - com salsicha, carne moída e frango desfiado (tudo junto e misturado), a Sorveteria do Nego

e a Loja do Fadula.
 
Em agosto, tem rodeio.

Lá, experimentei javaporco preparado num formo a lenha por cowboys de verdade e degustei a divina coalhada seca da Maria Adelaide. Também tive a oportunidade de me deliciar com suco de graviola batida com leite. Mas a principal razão desta postagem é a geléia de tangerina da Claudete - duas preciosidades, simplesmente únicas e  inigualáveis.Tanto a criadora quanto a criatura são doces na medida certa. Dia destes recebi a encomenda - Monte Aprazível também é delivery. Nada se compara a uma geléia elaborada com frutas colhidas no pomar do quintal de casa. Para enaltecer ainda mais sua grandiosidade, a mesma acalentou um quejo brie e ambos foram acompanhados por um bom vinho.
 
Priscilla Sarah - aprendiz de cozinheira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário