Follow by Email

terça-feira, 28 de junho de 2011

Um feijão amigo

Sabe aqueles dias em que dá uma vontade louca de comer aquele arrozinho com feijão? Foi hoje. Acordei com desejo de um bom feijãozinho com caldinho grosso. Hummmmmm! O cardápio do almoço foi bem simples: arroz com feijão. E para variar, troquei a parceira couve pela prima escarola - refogadinha com bastante alho. No feijão, como não poderia deixar de ter, havia o porco. Ou melhor, partes dele (rs). Coloquei língua - que não fala mal de ninguém - pernil salgado (fica melhor do que o lombo por ser mais úmido) e paio. Tudo refogado com cebola, alho e bacon. O arroz é uma mistura de grãos que faço em casa. Fica divertido, bonito, gostoso e mais saudável. Para sobremesa nada melhor do que uma boa mexerica - suculenta que só...

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Sangue espanhol

Todo mundo tem um pouco de sangue espanhol correndo nas veias.
Aquele sangue quente.... Rs.
Coragem!!!! Esta é a palavra para encarar este singelo prato.
Começarei o blog com uma receita desafiadora.
Não pelo grau de dificuldade mas sim pelo medo de errar e não agradar aos convivas que não sabiam o que iriam comer - esta é a melhor parte.
A Paella Valenciana surgiu na Espanha, nos séculos XV e XVI, na região de Valência.
Originalmente era um prato popular, mas hoje leva ingredientes singulares.

Uma mistura de carnes diversas - peito de frango, pernil de porco e chouriço espanhol, além de muitos frutos do mar.
Esta, foi feita para 16 pessoas.
Sobrou, é verdade.
De sobremesa: creme catalão. Uma delícia!!!!
Aliás, uma máxima sobre mim: exagero mesmo e muito no que gosto.
Espero que gostem. Ah! para quem quer saber, o utensílio que uso para finalizar os doces é um maçarico. Hot, hot!!!!

Bienvenue

Sempre fui apaixonada pela boa mesa. Quando digo boa mesa me refiro àquela onde os presentes levam horas se deleitando com os pequenos prazeres ali disponíveis enquanto jogam conversa fora. Desde pequena fui acostumada a isso. Saudosista, lembro-me bem dos almoços de domingo na casa de minha avó - Dona Adal. Aliás, em grande parte, responsável por esta minha louca paixão pela cozinha. Adoro cozinhar. Para mim e para os outros. Estarei, a partir de hoje, me comprometendo a dividir com vocês os pratos por mim criados, copiados e modificados. Espero que gostem. Abraços, Priscilla Sarah - aprendiz de cozinheira.